Arquivos Mensais: maio 2018


Urandir: Depósito de Terras Raras é encontrado no Oceano Pacífico

 Fonte: BBC e Inovação Tecnológica Pesquisadores japoneses dizem ter encontrado vastos depósitos de minerais de terras raras, utilizados em equipamentos de alta tecnologia, no solo do Oceano Pacífico.Geólogos estimam que existam atualmente 110 bilhões de toneladas de elementos raros no fundo do Pacífico. Os pesquisadores japoneses estimam ter encontrado entre 80 e 100 toneladas de minerais raros no leito oceânico a profundidades entre 3,5 mil e 6 mil metros abaixo da linha d’água. O Brasil tem uma das maiores reservas de terras raras do mundo, mas virtualmente sem exploração Atualmente, a China responde por 97% da produção de 17 metais provenientes de terras raras, muitas vezes chamados de “ouro do século 21″, por serem raros e valiosos.  O quase monopólio de produção exercido pela China levou o país a restringir o fornecimento dos metais raros no ano passado, durante uma disputa territorial com o Japão. Esses minerais são usados em iPods, TVs de […]

urandir contatado mineração mar

Urandir contatado - guerras triplicaram

Artigo de Urandir: No Último ano as guerras triplicaram

Fontes: Deustche Welle e Pravda “Barômetro de conflitos” divulgado por Instituto de Heidelberg de Pesquisa Internacional de Conflitos apresentou resultados assustadores. Oriente Médio e África são principais celeiros de conflito. Especialistas alemães em pesquisa de conflitos fizeram um balanço dos choques mais violentos no mundo, com um resultado alarmante: no espaço de um ano, o número de guerras em curso mais do que triplicou. Conforme Natalie Hoffmann, do Instituto de Pesquisa Internacional de Conflitos de Heidelberg (HIIK, na sigla em alemão), é impossível detectar uma tendência em direção a um mundo mais pacífico. Ao invés disso, os números de 2011 foram os mais altos desde 1945. Os pesquisadores contaram 20 guerras e 166 “conflitos desenvolvidos de forma violenta”. O instituto alemão projeta um acréscimo nos próximos meses. No ano anterior, haviam sido registradas seis guerras e 161 conflitos violentos. Nota da Redação do Dakila Pesquisas: Mais uma vez os números […]


Urandir: Neutrinos podem ter viajado mais rápido que a luz

Fonte: Site Inovação Tecnológica Quando, há poucos mais de um ano, cientistas do experimento Opera detectaram neutrinos transmutando-se de um tipo em outro, eles logo falaram da descoberta de uma “nova física”. E eles aparentemente já tinham nas mãos outros resultados ainda mais surpreendentes. Depois de dois anos de medições, e inúmeras revisões e checagens, eles finalmente resolveram compartilhar sua possível descoberta com outros pesquisadores. Segundo Antonio Ereditato, da Universidade de Berna, na Suíça, a equipe aparentemente detectou neutrinos viajando mais rápido do que a velocidade da luz.   Quebra da relatividade? Se neutrinos podem viajar mais rápido do que a velocidade da luz, então o preceito fundamental de que as leis da física são as mesmas para todos os observadores cai por terra.  A ideia de que nada pode viajar mais rapidamente do que a luz é um pilar da teoria da relatividade especial, formulada por Einstein. E esta teoria está […]

Urandir contatado - neutinos podem viajar mais rapido que velocidade da luz

cama de urandir apos abducao projeto portal

Urandir aceita convite e entra no UFO

Em 2002, no dia 15 de setembro, por volta das 19h30min, Urandir Fernades de Oliveira recebeu um convite e foi levado de seu quarto. É o primeiro caso na história da Ufologia onde provas físicas foram deixadas pelas Inteligências Extraterrestres  envolvidas. A ida de Urandir para dentro da nave foi pesquisada extensivamente e exclusivamente pela famosa jornalista e pesquisadora americana, Linda Moulton Howe.  Dando a devida importância ao caso, se deslocou para o local da ocorrência, no município de Corguinho, no Mato Grosso do Sul. Suas conclusões são  surpreendentes e muito valiosas, porém, foram muito perseguidas por segmentos da Ufologia  nada conhecem sobre o caso, pois nunca  se deram o trabalho de fazer uma investigação ou pelo menos prestar atenção ao detalhado e meticuloso trabalho da Linda Moulton Howe que, afinal de contas, é uma pesquisadora de fama mundial. Artigo publicado em 2011-06-10 02:45:32.


urandir defesa civil nudec

Urandir e Dakila Pesquisas em parceria com Defesa Civil

  Após sessão de treinamentos com o Núcleo de Defesa Civil (NUDEC) realizado em Belford Roxo, RJ pelo Major. Alex Alves nos dias 12 e 13 de Julho de 2008, Foi celebrada uma parceria entre o Dakila Pesquisas (representado por Urandir Fernandes de Oliveira) e a Defesa Civil Brasileira. O Treinamento teve o objetivo de capacitar os pesquisadores do Dakila Pesquisas para atuarem como representantes da Defesa Civil nas comunidades onde o projeto atua. Artigo publicado em 2009-07-05 17:06:00.


Urandir: Aquecimento Global Não Existe mas sim Mudanças Climáticas Previsíveis

Fonte: Sendcarioca – Nicola Scafetta Esqueça o aquecimento global – com o Ciclo solar 25 não precisa se preocupar (e se os cientistas da NASA estão certos o Tâmisa será de novo congelado) Um grande estudo, publicado em dezembro passado no Jornal de Física Atmosférica e Solar-Terrestrial mostra que as mudanças climáticas observadas desde 1850 até à data estão associados com cíclicos e previsíveis eventos naturais no sistema solar da Terra com a ajuda de uma pequena contribuição limitada do nosso lado. A pesquisa foi conduzida por Nicola Scafetta, um cientista da Universidade de Duke Cavity Radiometer atividade no Solar Lab Monitor (ACRIM), associado com o Jet Propulsion Laboratory da NASA, na Califórnia. Neste desafio de pesquisa as metodologias utilizadas pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas ( IPCC ) e o uso de um “modelo de circulação geral do clima”(GCM) que ignorar essas influências principais, não reproduzem […]

Urandir contatado - aquecimento global grande farsa

Urandir -Expedição Peru - Machu Pichu

Urandir lidera Expedição Equipe Zigurats – Peru Bolívia

A 5ª Expedição Brasil – Equipe Zigurats do Dakila Pesquisas realizou pesquisa sobre as culturas dos países andinos durante nove dias no Peru e Bolívia, no período de 20 a 28 de setembro de 2011, com muito sucesso e atingindo seu objetivo, que foi traçar um paralelo entre essas civilizações em relação ao início da presença do homem na Terra e a interferência de outas inteligências neste processo. O estudo sobre o legado da legendária figura andina de Viracocha e seus auxiliares revelou surpresas no que se refere a referências sobre a participação de inteligências com conhecimentos superiores ao humano nas culturas pré-incas e incas, bem como indicou a participação de mulheres com conhecimento superior nestas mesmas civilizações, mostrando inclusive a existência de matriarcados. Além disso, os pesquisadores puderam conferir o uso de tecnologias antissísmicas nas ruínas dos  prédios de diferentes tipos de arquitetura nos sítios arqueológicos visitados, tanto nas […]


Urandir: Buscando Conhecimento – Eletromagnetismo

As inteligências de outros mundos das 49 raças parceiras do Dakila Pesquisas, através do ET Bilu, sugeriram que os mais de 1.500 contatados e todos os demais integrantes estudassem diferentes matérias, de acordo com o direcionamento pelo grupo de cores, a saber: dourado, vermelho, azul e verde. Cada grupo de cor recebeu matérias diferentes para aprofundar o conhecimento. Algumas pessoas do Núcleo de BH promoveram uma aula básica sobre eletromagnetismo, que divulgamos aqui: Artigo publicado em 2012-03-01 09:31:49.


Urandir contatado - astronautas fotografam por do sol

Urandir: Astronautas fotografam por do sol

Fonte: INFO Online Os seis astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional fotografaram um pôr do Sol na Terra visto do espaço. Os membros da expedição 27 registraram o momento em que a América do Sul anoitece. A foto foi feita por volta das 19:37, hora local,e foi divulgada em maio de 2011. Todos os dias os tripulantes vêem, em média, 16 vezes o Sol nascer e se por. Como estão desde março no espaço, e só devem descer em setembro, isso significa que terão passado por mais de três mil auroras e crepúsculos. Para alguém aqui na Terra, seriam necessários quase 10 anos para visualizar os fenômenos tantas vezes. Artigo publicado em 2011-10-10 04:02:39.