Arquivos Mensais: maio 2019


Urandir e Dakila Pesquisas desvendam as pirâmides do Egito

Sob a liderança de Urandir Fernandes de Oliveira, começou no dia 19 de maio de 2015 a 9ª Expedição Zigurats Dakila Pesquisas – Egito 2015. O roteiro inicial da expedição foi pesquisar as grandes pirâmides do Egito: Quéops, Quefren e Miquerinos, juntamente com a Esfinge. A Pirâmide de Quéops A Pirâmide de Quéops, também conhecida como a Grande Pirâmide, é a maior e mais antiga das três pirâmides de Gizé. Acredita-se ter sido construída para ser a tumba do Faraó Quéops da quarta dinastia, cujo reinado se estendeu de 2551 a 2528 a.C. (século XXVI a.C.). É a maior das três pirâmides de Gizé: sua altura original era de 146,60 metros, mas atualmente é de apenas 137,16 m, pois falta parte do seu topo e o revestimento, que se acredita ter sido originalmente fabricado em ouro. História e arquitetura Originalmente, a Grande Pirâmide foi coberta por pedras de revestimento que […]

Urandir oliveira pesquisa a Piramide de Quéfren - Pesquisador Urandir 2015

Urandir contatado - astronautas fotografam por do sol

Urandir: Astronautas fotografam por do sol

Fonte: INFO Online Os seis astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional fotografaram um pôr do Sol na Terra visto do espaço. Os membros da expedição 27 registraram o momento em que a América do Sul anoitece. A foto foi feita por volta das 19:37, hora local,e foi divulgada em maio de 2011. Todos os dias os tripulantes vêem, em média, 16 vezes o Sol nascer e se por. Como estão desde março no espaço, e só devem descer em setembro, isso significa que terão passado por mais de três mil auroras e crepúsculos. Para alguém aqui na Terra, seriam necessários quase 10 anos para visualizar os fenômenos tantas vezes. Artigo publicado em 2011-10-10 04:02:39.


Urandir: Conheça as 4 novas descobertas sobre o Universo

 Fonte: BBC Brasil A verdadeira cor da Via Láctea, exoplanetas, um observatório voador e a matéria escura estão entre as últimas descobertas da astronomia.No último congresso da Sociedade Astronômica Americana, realizado em Austin, nos Estados Unidos, de 8 a 12 de janeiro, especialistas de todo o mundo apresentaram os últimos desenvolvimentos no estudo do cosmos. Os especialistas iniciaram uma nova era no que diz respeito ao nosso conhecimento sobre outros planetas. “O telescópio Kepler e as microlentes gravitacionais estão abrindo uma espécie de nova era para a descoberta dos planetas”, diz James Palmer, especialista em ciência da BBC. Nota da Redação Dakila Pesquisas: Novos equipamentos comprovam as distorções óticas que ocorrem quando se realizam observações astronômicas. As microlentes gravitacionais proporcionaram a observação de planetas antes considerados inexistentes. A revelação da cor da Via Láctea pode ser possível porque obteve-se equipamento que driblou a interferência da poeira espacial nos observatórios instalados na […]

urandir contatado novas descobertas no universo